Visite
Ajoutez à vos favoris
Recommandez LB
o Louvre com a Bíblia
default.titre
default.titre
Subscreva à Newsletter !
www.louvrebible.org
Antiga Mesopotâmia
Mesopotâmia
Assíria Nínive
Arslan Tash, Barsip Til
Palácio de Dario, o Irã
Phoenicia Arábia Palmyra
Síria costeira
Ugarit Byblos




Cilindro de Gudea   MNB 1511                                  

Richelieu Sala 2 vitrine 5


A Bíblia e as comemorações do
Ano Novo
  
  

Estes dois cilindros de barro conservam a
história da construção do templo Ningirsu.
 
O cilindro B mostra-nos que esse deus
viverá no seu santuário com sua esposa,
 
junto de quem, a cada novo ano,  
e durante  a Cerimônia de Casamento Sagrado,
 
ele renovará o nascimento do mundo e irá
reiniciar o Sol para uma nova corrida anual.

Cilindro de Gudea   MNB 1511

A data do Ano Novo varia no tempo e segundo os  países, mas ainda existem estreitas e surpreendentes semelhanças nos costumes em torno desta celebração.
 
Ritual do  Ano Novo na Babilônia    MNB 1848

A tableta descreve uma grande parte das cerimônias realizadas no início de cada ano. Esta é a primeira menção de uma festa do Ano Novo que conhecemos.

Na Babilônia o início do ano começava no equinócio da primavera em março. A festa do  Ano Novo, o Akîto, a mais importante e mais solene do calendário babilônico, era o resultado da confluência de duas correntes do pensamento religioso: o culto da fertilidade que estava ligado ao rito do 'casamento sagrado', e o conceito cosmogônico que punha em causa a ordem mundial anual.

A data do Ano Novo varia notempo e segundo os paises

Os 11 dias de festa giram a volta do culto de Marduque. Todos os grandes deuses do país, através de suas estátuas de culto, vinham prestar homenagem.
As cerimónias incluíam os ritos de magía e de exorcismo para expulsar os “demônios do caos”. Entre os destaques da festa havia a recitação e encenação do poema babilônico da Criação
 
Uma referência relativa a procissão do Akîto é feita em Isaías 46:1: "Bel se dobrou, Nebo desmoronou. Seus ídolos serão atribuídos aos animais e bestas de carga".
 
Estes deuses não são mais tratados com honra, mas arrastados como bagagem comum.
 
 
O 8° dia marcava oficialmente o príncipio do ano. Os reis eram então intronizados quando eles pegassem a mão da estátua de ouro de Marduque.

Esta celebração do Ano Novo é encontrada no Egipto e em Roma.
 

Hâpy     E 4874          

        
Sully R.d.C janela do quarto 3 4
 
Representado com um generoso peito e abdômen grande, este gênio do Nilo tem um penteado na forma de três papiros saindo da água. O dia do Ano Novo, que todo egípcio respeitava,era o dia dos templos e dos campos quando Hâpy, o Dilúvio, começava a espalhar-se sobre a terra. Ele coincidia com as épocas mais quentes do ano.

Governantes e sacerdotes carregavam a estátua de culto na esplanada do templo para celebrar a renovação do ciclo anual. Parentes e amigos trocavam presentes, em particular os pequenos vasos cheios de água benta do Nilo.

 
 
Na Idade Média, a maioria dos países Europeus usaram o calendário juliano e comemoraram o dia do ano novo no dia da Anunciação, 25 de março. O Ano Novo judaico é chamado Rosh ha-Shanah a famosa criação. A passagem bíblica mais proeminente na liturgia é a ligadura de Isaac sobre o altar (Gênesis 22). Os povos antigos, muitas vezes caçavam demônios fazendo barulho no dia do novo ano. Os judeus transformaram isso em prática e tocam o shofar para prefigurar o dia em que Deus vai destruir o mal no mundo. Os chineses comemoram o ano novo entre 10 de janeiro e 19 de fevereiro. Cada um dos doze animais do zodíaco está associado a um novo ano.
 

Cabeça Janiforme   Br 551                  


Sully sala dos Bronzes, sala 32 vitrine  E1

A cabeça tinha como coroa provavelmente uma manivela de madeira. Janus, um dos mais antigos deuses romanos, era representado com duas faces opostas, uma olhando para a frente
e a outra para trás.

Em 46 antes da era comum, Júlio César decidiu que o 1° de janeiro seria o Dia do Ano Novo. Os romanos dedicavam este dia à Janus, o deus das portas e dos começos. O mês de janeiro é  tirado de seu nome. Em 487 da nossa era, a Igreja cristã santifica o dia do Ano Novo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 





Carte Chronologie Déluge et GilgameshFigurines Plaquettes ou teraphimAntiquités EgyptiennesAntiquités Romaines Haut de page