Visite
Ajoutez à vos favoris
Recommandez LB
o Louvre com a Bíblia
default.titre
default.titre
Subscreva à Newsletter !
www.louvrebible.org
Sala das Cariátide
Arte Romana
Julio-Claudiana Período
Antiguidade tardia
Gália, África e Síria




 
São João
baptizando pessoas
 
inv  7287
 
Nicolas Poussin
 
cerca de 1635-1637
 
  

Richelieu  2 º andar

sala 14

A morte de Cristo esta intimamente
associada ao seu baptismo

A morte de Cristo está intimamente associada ao seu baptismo (Romanos 6:3). As obras mencionadas representam sempre um baptismo por aspersão. No entanto, a palavra baptismo vem do verbo grego baptizo que significa mergulhar ou imergir. "Jesus foi baptizado ['imerso', Chouraqui] por João no Jordão. E, subindo da água viu os céus se abrirem. - Marcos 1:9,10.
   

A maioria dos liturgistas admitem que houve  baptismos por imersão total, desde os tempos evangélicos, até por volta do século XIV. 

Considerado como um sacramento, a prática do baptismo nas águas, o antigo símbolo de purificação, é também encontrada em sistemas religiosos pagãos. De acordo com Hislop, a doutrina da regeneração baptismal por infusão ou salpicos  é um rito babilônico

 
Baptismo de Cristo
 

RUDE
  
R.F 2642-2641
 
 
 

 

 

Richelieu  rés do chão

sala 2 vitrine 33

 
   
 
Pé votivo de Pompeia Lucilia    AO 5061   NE
 
 
Este fragmento de uma sandália calçada no pé direito
é coberto por  uma inscrição em grego: "Pompeia Lucilia ofereceu. Esta obra corre o risco de, segundo A. Parrot, pelo sítio aonde foi descoberta , lembrar uma passagem do Evangelho, na piscina de Betesda (João 5:1-9). Ela também pode representar a oferta que um paciente curado fez à uma divindade.
 
Note-se que muitas versões recentes omitem o versículo 4 (TMN, Thompson, notas Lienart). É geralmente aceite  que trata-se de uma glosa introduzida no texto para explicar a agitação intermitente de água, o que, de acordo com as pessoas, poderia ser uma fonte de cura. 
 
Piscina de Betesda

Numerosas escavações arqueológicas descobriram lagos perto do monte do Templo em Jerusalém. Estas bacias foram utilizadas para atender a pureza  do ritual judaico. Pelo que, o baptismo cristão não tira suas origens do judaismo.

Praticado por imersão completa e única do corpo,  o baptismo é o símbolo apropriado de uma oferta de si mesmo  e  de um "pedido a Deus de uma boa consciência." 1 Pedro 3:21.

 
 
   

 





Carte Chronologie Antiquités OrientalesAntiquités EgyptiennesSupplice de MarsyasPâques ou La Pâque Haut de page