Visite
Ajoutez à vos favoris
Recommandez LB
o Louvre com a Bíblia
default.titre
default.titre
Subscreva à Newsletter !
www.louvrebible.org
Notícias
Pintura do Mês
O trabalho do mês
Livro do Mês
Artigo do Mês
Emplacement
Antiga Mesopotâmia
Mesopotâmia
Assíria Nínive
Arslan Tash, Barsip Til
Palácio de Dario, o Irã
Phoenicia Arábia Palmyra
Levante Síria costeira
Ugarit Byblos
Grand Sphynx Le Nil
Recreação O templo
Os sarcófagos
Múmia
Le Livro dos mortos
Os deuses
Reino Antigo e Novo
L écriture et les scribes
Sala de Campana
Sala des Bronzes
Sala das Cariátide
Arte Romana
Julio-Claudiana Período
Antiguidade tardia
Gália, África e Síria
Visita tem¡tica
Investigação por publicaões
Investigação por tema
Visite Fun
Sabia - 1
Sabia - 2
Sabia - 3
Apresentação
Saiba Mais
Commander le livre par Internet
Bon de commande ã imprimer
Contato
Bibliografia
Notas
Glossaire



Tradução de Google
Treatise curto sobre a Virgem Maria
Laurentin (2009)
\ "\"
Treatise curto sobre a Virgem Maria
Laurentin (2009)
François-Xavier de Guibert, Paris
Padre Laurentin é
nascido 19 de outubro de 1917, em Tours.
Este teólogo, estudioso e historiador
é um reconhecido especialista em aparições marianas.
Ele já publicou centenas de livros.
Este pequeno tratado sobre a Virgem Maria é suportado em cada questão, com referências especâficas. Esta é a sexta edição deste livro encontrado um longo tempo. A novidade deste tratado Tribunal, assume a perspectiva histórica de ambas as partes. Desenvolvimento do dogma, da revelação bâblica ao conselho por um lado, o desenvolvimento do destino de Maria, sua Parusia preservação imaculado, por outro lado.
O leitor da Bâblia vai manter principalmente os aspectos históricos. O resto é uma questão teológica e de crença pessoal.

Na literatura cristã do segundo século,

Virgin ofertas

uma pequena mancha

Após o perâodo bâblico, encontramos uma área de nevoeiro. Na literatura cristã do segundo século, a Virgem ocupa um espaço pequeno. Os textos são raros, eles estão repetindo, tão sem graça, que Mateus e Lucas disse Maria mãe de Jesus, concepção virginal. (Página 42)
O evento chave do terceiro perâodo (a partir do Concâlio de Éfeso, em 431), é a extensão do lugar dado a Maria no culto cristão, incluindo festivais celebrados em sua honra. (Página 55)

A partir do século V, a celebração de um tipo diferente: "Os dias de Maria Theotokos", 15 de agosto.

Para o inâcio do VI,

tornou-se "Dormição", em seguida,

"Assunção"

"Em Jerusalém, encontramos, a partir do século V, a celebração de um tipo diferente:" Os dias de Maria Theotokos ", 15 de agosto. Esta celebração é parte de um processo diferente. A partir do segundo século, começamos a comemorar o aniversário dos mártires: o dia de seu nascimento para o céu (dies natalis). Estas comemorações foi estendido a Maria por ocasião da festa controverso Éfeso fundada em Jerusalém em torno de 431 comemorou Maria como "Theokotos".
Para o começo do VI, em parte sob a influência dos apócrifos, que relatou os últimos dias de Maria na terra, o partido mudou seu nome e objeto. Ela tornou-se "Dormição", "passagem" e "Assunção", e, assim, assumiu o caráter de dies natalis. Cerca de 600, o Imperador Maurice espalhou por todo o império que a solenidade que se tornou a grande festa de Maria. (Página 57)

Virgindade após o nascimento é

não ensinado por

Novo Testamento.

E se o exegeta católico tem o argumento de que os "irmãos" (adelphos) de Jesus é, na verdade seus 'primos' (anepsios), (página 177)
é na verdade uma afirmação hipotética cuja invenção é atribuâda a Jerome e que data de 383 NS
Laurentin admite: "A virgindade após o parto não é ensinado no Novo Testamento. "Mas ele diz agora:" Este é essencialmente o resultado de uma realização de alguma evidência bâblica e, especialmente, uma visão geral sobre as implicações do plano de salvação. "(Página 175)
O leitor da Bâblia, vai realizar a primeira proposta, bâblico, e deixar o segundo teólogos.





Acesso à visita ràpida

Acesso à visita guiada

Antiguidades orientais    Departamento antiguidades orientais
Antiguidades egípcias    Departamento antiguidades egípcias
Antiguidades romana    Departamento antiguidades romana